Conheça o Banco de Tecido!

banco-de-tecido-reuso (33)

O grande dilema de quem trabalha com tecidos é o que fazer com os retalhos que sobram após a tiragem de um produto.  Afinal não se trata de uma tarefa sustentável. Para vocês terem ideia, segundo a Folha de SP somente a região do Brás e Bom Retiro são gerados 20 toneladas de retalhos por dia, que são recolhidos como lixo comum.

Esse sempre foi o problema da figurinista e cenógrafa Lu Bueno, que depois de juntar aproximadamente 500kg de tecido resolveu que era hora de mudar o ciclo das coisas e dar um novo uso para seus retalhos.

banco-de-tecido-reuso (5)

banco-de-tecido-reuso (4)

Depois de conversar com alguns amigos ela encontrou uma solução bastante inteligente para transformar sua matéria-prima em produto novamente: criar um banco de tecidos,  com objetivo de: armazenar, trocar e vender o material descartado.

A partir dessa ideia ela procurou ajuda do SEBRAE para organizar, planejar e formalizar esse negócio em anexo a LUPA, sua empresa de cenografia e figurino. Em janeiro de 2015 o  BANCO DE TECIDO foi oficialmente inaugurado na Vila Leopoldina em São Paulo.

banco-de-tecido-reuso (3)

O local funciona como um grande acervo de tecidos que são organizados por cor e tipo (tecido plano e malha); Os tamanhos também variam bastante: é possível encontrar desde tecidos 5x5cm até rolos com 10 m.

banco-de-tecido-reuso (12)

banco-de-tecido-reuso (24)

Todos os tecidos são vendidos à R$ 35,00 o quilo. Outra vantagem é o sistema de troca: quem deposita X quilos de retalhos tem direito de retirar os mesmos X quilos do banco. Fora a comodidade de não precisar ir em um grande centro comercial como a 25 de março ou o Brás para comprar um pedaço de pano;

Luciana conta que o giro dos tecidos é muito grande. E quem movimenta a casa são os chamados “correntistas”, ou seja, pessoas ou empresas que estão sempre buscando novos tecidos e depositando sobras.

banco-de-tecido-reuso (20)

banco-de-tecido-reuso (22)

Outro aspecto interessante é o valor agregado dos tecidos: muitos compradores, inclusive de outras regiões, tem dado preferência aos tecidos do banco, já que são de reuso. Por enquanto, só existem 2 unidades: uma em São Paulo e outra em Curitiba, porém, Lu Bueno diz que daqui a algum tempo, a ideia é que cada cidade ou região tenha seu próprio Banco de Tecido.

Eu, particularmente, me apaixonei pelo acervo. Lá tem tanto tecido lindo e diferente que dá vontade de levar tudo pra casa. Outra coisa boa é que posso comprar pequenos pedacinhos sem o menor problema. Isso é ótimo pra quem trabalha com artesanato como eu, ou com patchwork, por exemplo.

banco-de-tecido-reuso (2)

Ao meu ver, além de ser dentro do meu bairro, o atendimento feito pela Andressa (braço direito da Lu) é um diferencial, pois é muito mais amigável e pessoal. Isso tem tornado o banco não só um depósito de tecidos, mas também um local de encontro para estudantes e profissionais da área, que muitas vezes, passam o dia lá, segundo a Andressa, estudando, conhecendo os tecidos e trocando experiências.

Se você ficou curioso pra conhecer o Banco de Tecido fica na Rua Campo Grande, 504  – Vila Leopoldina  – São Paulo Capital. O telefone de lá é (11) 4371-3283. Funciona de 2ª a 6ª das 9:30 às 18h.

Conheça também o Site e o Facebook!

Anúncios

Um comentário sobre “Conheça o Banco de Tecido!

  1. Pingback: Chá de Lingerie Cinquenta Tons de Cinza | Troca-Troca fashion

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s