DIY: Colar Étnico

colar-etnico-diy-tribal-2

tendência tribal e étnica está chegando com TUDO na primavera/verão 2015 e com ela suas cores, estampas e referências culturais. Boa parte desse contexto vem da África e Índia! Um exemplo disso são os colares que andam se destacando por aí.

colar-étinico-tribal

Ando vendo muitos modelos com amarrações de linhas, em cores vivas e com pompons – que é uma referência das tribos sul-americanas – em voga nos últimos tempos. Afinal, quem não lembra das wayuus, as bolsas colombianas que bombaram no ultimo verão?

Bem, para simplificar eu trouxe uma inspiração de colar bem fácil de fazer que fica lindo pra você usar por aí. Para fazer é só seguir o passo a passo:

Você vai precisar de:

  • 30 cm de fita de pompom;
  • 30 cm de corrente metálica;
  • 50 cm de barbante de poliéster;
  • Anéis metálicos para bijux dourado;

Depois é só pegar o pompom, prender um anel metálico na sua extremidade, passar um elo da corrente dourada nele e fechar. Faça isso em todos os elos da corrente, pulando um sempre. Quando terminar passe o barbante dentro dos anéis metálicos, deixando duas pontas maiores para amarrar no pescoço. E está pronto!

colar-etnico-diy-tribal

Fonte imagens: Honestly WTF

Anúncios

Transforme sua Roupa Velha em Roupa Nova!

reroupa-1

Oi meninas, tudo bem? Lembram da oficina PanoPraManga que participei? Bem ele está de volta, mas dessa vez com novidade! A Gabi Mazepa, em parceria com um site que adoro o Enjoei fizeram um concurso cultural para presentear 40 pessoas! Isso mesmo, não é 1 não é 40!

Para participar, basta você tirar uma foto de uma peça que você ama, mas não usa, contar um pouco da história dela e mandar para workshop@enjoei.com.br. As melhores histórias ganharão uma transformação da peça no dia do evento: 27 de setembro. Corre e participa!

Eu já mandei a minha!

Aqui tem umvídeo contanto um pouco mais:

Evento no facebook: https://www.facebook.com/events/740947632609786/

Lingerie para Pele Negra – Nubian Skin

lingerie-pele-negra-nubian-skin (2)

Com esse excesso de informações e criações que existem no mercado,as marcas, tem cada vez  mais dificuldade de inovar quando assunto é moda. Apelam para novos cortes, tecnologias, estampas mas se esquecem do óbvio e do simples, que é olhar para o consumidor e escutar suas necessidades. Esse foi o caso da brilhante marca de lingerie Nubian Skin.

lingerie-pele-negra-nubian-skin (5)

Pare para pensar quantas marcas existem no mercado que vendem bonecas negras? Shampoo? Maquiagens? Meias-fina? Lingerie? Pois é, à 10 anos existiam muito poucas, à 20 talvez nenhuma. Hoje, ainda não é não é tão comum como parece, tanto que a marca Nubian sentiu a necessidade de criar uma linha de lingerie que pudesse agregar todas as etnias despercebidas pelo mercado: pardas, negras, mulatas e caboclas.

lingerie-pele-negra-nubian-skin (7)

Você deve estar pensando porque? Bem, a cor Nude que usualmente encontramos no mercado, foram desenvolvidas para tons de pele branca ficarem imperceptíveis na hora de vestir a roupa. Esse mesmo tom não funciona outros tons de pele. Para mudar isso, a marca norte-americana Nubian Skins decidiu criar uma linha de Lingeries Nude, feita especialmente, para mulheres negras.

lingerie-pele-negra-nubian-skin (3)

As formosas lingeries serão comercializadas a partir de outubro através do site da empresa, que promete entregar os produtos para o mundo todo. Inicialmente serão 4 tons e em diversos modelos. ❤ Enquanto isso, vocês podem conferir as imagens dos produtos e editoriais em produção no Instagram da Nubia Skin. Além das roupas íntimas, a marca quer criar mais opções de cosméticos para peles negras. Legal né? Aqui tem mais imagens do insta deles:

lingerie-pele-negra-nubian-skin (1) lingerie-pele-negra-nubian-skin (4)

lingerie-pele-negra-nubian-skin (6)

O que acharam?

Beijos ;***

Projeto Oi Gracinha: Brincando de Estilista

projeto-oi-gracinha (13)

Um trabalho criativo que junta ideias bacanas com pessoas legais só poderia resultar em inspiração!  A oficina “Oi Gracinha” promovida pela Azul Anil Espaço de Arte em parceria com a Oi Gracia uniu pais e as crianças em um trabalho divertido para gerar referências de moda para a coleção de primavera/verão da Oi Gracia.

A Azul Anil é atelier infantil situado em Porto Alegre, onde é desenvolvido atividades recreativas de arte, de circo, de música e de dança. Já a Oi Gracia é uma marca gaúcha de roupas femininas super alegre e divertida, com um “q” vintage e conceito feito à mão. Juntas elas desenvolveram a oficina Gracinha, na qual as crianças e mães puderam juntar aquilo que gostavam e transformar em moda através de um croqui tamanho real. O resultado ficou pra lá de interessante e divertido! Veja alguns dos esboços dos jovens estilistas e suas adoráveis mães!

projeto-oi-gracinha (14)

projeto-oi-gracinha (5)

projeto-oi-gracinha (7)

projeto-oi-gracinha (11)

projeto-oi-gracinha (10)

Oi Gracinha from Lisa Roos Fotografia on Vimeo.

Para ficar por dentro dos demais projetos sigam:

Facebook Azul Anil: https://www.facebook.com/azulanil.espacodearte?fref=ts

Facebook Oi Gracia: https://www.facebook.com/oiigracia?fref=ts

House of Denim: o Jeans Feito à Mão!

house-of-denim (16)

Oi Gente!

Hoje trouxe uma marca para apresentar para vocês que me deixa imensamente feliz, pois foi desenvolvida por um colega meu da faculdade de moda Feevale – RS, o Mateus Kieling. Pois é, batendo um papo via e-mails, descobri que ele estava lançando a HOUSE OF DENIM, uma marca de roupas masculinas artesanais. Lembram do papo que tivemos sobre as Novas Formas de Consumo? Bem, essa marca se encaixa perfeitamente neste assunto.

Deixa eu contar do começo! Primeiramente, a HOUSE OF DENIM foi desenvolvida por 3 sócios, entre eles, meu amigo Mateus, seu irmão Lucas e outro amigo, também Lucas. O trio juntou suas habilidades e desenvolveu uma marca preocupada em trazer para o Brasil um conceito novo no jeanswear.

house-of-denim (10)

Lançada no começo de 2014, a marca já conta com sua primeira coleção, website, e-commerce e social media. Com esse pacote completo de marketing e produtos o empreendimento já está ganhando forças e conquistando um público ascendente que valoriza o Slow Fashion, as Eco tags, o Fair Trade, o Made in Brasil e o Feito à mão! Saiba mais AQUI.

 No Mix de Produto você encontra camisetas muito legais desenvolvidas para o shape masculino e priorizando o conforto. Também trabalham com acessórios (carteiras, pulseiras, cintos e chaveiros) e com uma linhas jeans sofisticada que pode ser personalizado à gosto do freguês.

house-of-denin-camiseta

house-of-denim (15)

Sobre o processo de fabricação:

As lavagens do jeans tem uso limitado de água a 2,5 litros por peça e 5% de produtos químicos. Ou seja, uma redução de 80% no uso médio de água, em relação à indústria, e 95% de redução química. Quase todo processo é feito com lixas e areia, para desgastar as peças aos poucos, com detalhes sutis e chegar no resultado final de estonagem.

Além disso, todas as peças são feita de forma artesanal pelos próprios designers e fornecedores, em edição limitada. As camisetas tem limite de 12 peças por estampa e as calças de 15 peças por lavagem. Para diminuir o impacto na distribuição os produtos, as embalagens são feitas com as sobras dos enfestos de jeans.

house-of-denim (12) house-of-denim (6)

house-of-denim (7)

house-of-denim (2) house-of-denim (8)

Não é SUPER LEGAL? Eu achei incrível o design das peças! É muito difícil encontrar marcas masculinas no mercado da moda brasileira com um visual tão legal quanto as marcas gringas que nossos pais, amigos, namorados e maridos gostam tanto!

#FicaDica: Para ficar por dentro das novidades da HOUSE OF DENIM sigam:

Facebook: https://www.facebook.com/HOUSEOFDENIMMALE?fref=ts

Instagram: http://instagram.com/houseofdenim

Descobrindo São Paulo: Parque Estadual da Cantareira

parque-estadula-da-cantareira (5)

Esse final de semana estive no Parque Estadual da Cantareira. Um lugar lindo e super preservado cheio de verde e paz localizado na Zona Norte  de São Paulo, no Horto Florestal. Fui acompanhada no namors e da cunhada e como era a nossa primeira vez fomos até a Pedra Grande, uma trilha pavimentada que a pé da em torno de 1h.

A Pedra Grande é ponto mais alto da trilha o que garante uma vista panorâmica da cidade toda. É lindo, além disso, lá você encontra um museu com exposição de fotos tiradas lá. Além disso, na região da Pedra grande tem diversas outras trilhas como “Das Figueiras” “Samambais”, “Bugios”, etc. Essa é uma sugestão interessante para quem está precisando arejar a cabeça e entrar em contato com a natureza.

parque-estadula-da-cantareira (7)

parque-estadula-da-cantareira (1)

parque-estadula-da-cantareira (4)

parque-estadula-da-cantareira (6)

O parque se estende por uma área de 7.916,52 hectares e possui 4 núcleos diferentes:

  • Núcleo Pedra Grande – Rua do Horto, 1799 – Horto Florestal – São Paulo/SP. Foi o primeiro núcleo aberto ao público em 1989, oferece ao visitante a oportunidade de um contato de um contato direto com a Mata Atlântica, mesmo estando a apenas 10 km em linha reta da Praça da Sé.
  • Núcleo Águas Claras – Av. Senador José Ermírio de Moraes, s/n – Mairiporã. Aberto ao público em 2000, através de uma parceria entre o Instituto Florestal e a Congregação das Associações da Serra da Cantareira (CASC), seu nome deriva de uma microbacia em que a área está inserida, dando origem ao Ribeirão Águas Claras.
  • Núcleo Cabuçu – Av. Pedro de Souza Lopes, 7903 – Jardim São Luis – Guarulhos/SP.  O local foi aberto à visitação pública em 2008.
  • Núcleo Engordador – Av. Cel. Sezefredo Fagundes, (altura do nº 19100) – Jardim Cachoeira – São Paulo/SP. O nome Engordador é atribuído ao local que concentrava inúmeros córregos e riachos da região. Esses pequenos cursos d’água engordavam o rio Engordador e por isso ficou conhecido com este nome.

#FicaDica: A trilha só pode ser feita à pé pelos visitantes. Então é bom ir com roupa confortável e tênis de caminhar. Leve também um cantil com água. Ao longo do caminho tem bicas com água potável para você repor. Leve a câmera ou celular, a vista é incrível!

A visitação pode ser feita de terça-feira a domingo das 8h às 17h. A entrada é R$ 9, 00 inteira e R$ 4,00 estudante. Crianças menores de 12  anos e idosos não pagam.

parque-estadula-da-cantareira (8)

parque-estadula-da-cantareira (9)

parque-estadula-da-cantareira (11)

parque-estadula-da-cantareira (10)

Beijos ;***

Use Filtro Solar

filtro-solar-1

Depois de ver esse vídeo tive ainda mais certeza de quanto é importante usar o filtro solar. Não parece mas esse creminho branco que passamos no rosto fazem uma diferença ENORME para nossa pele ao longo dos anos. Isso porque ele, de fato, bloqueia o sol. Já uso produtos com proteção ultra violeta, mas agora vou passar o protetor antes desses produtos pra garantir a proteção!

Veja o vídeo e entenda o que estou falando:

O uso diário de filtro solar protege sua pele de manchas, sardas e de câncer de pele. E não pense você que só porque não saiu de casa, ou que trabalha no escritório que não precisa usar. A iluminação artificial das lâmpadas e do computador também desencadeiam essas manchas. Por isso, previna-se. É simples e garante uma pele bonita por anos.

Beijos ;***

Dia do Programa

Oi gente! Sobre a gravação do programa Santa Receita o que tenho a dizer é que foi muito legal, adorei conhecer os bastidores de um set de gravação. A equipe do programa foi super atenciosa comigo, então queria mandar um MUITO OBRIGADA!

carolina-afiune-santa-receita-3

Ao chegar em Aparecida fui recepcionada pelo motorista da Emissora – uma pessoa maravilhosa que depois ainda me levou para conhecer o Santuário de Nossa Senhora Aparecida, padroeira da cidade. No estúdio, fui direto para o camarim fazer o make e o cabelo. Depois fui montar minha bancada com os materiais que tinha levado, aguardei minha vez e fui gravar.

carolina-afiune-santa-receita-1

O programa, apesar de ser gravado, ele não tem cortes, por isso, é como se fosse ao vivo. Fiquei meio nervosa quando soube disso, mas acho que n0 fim deu tudo certo. A Claudete me deixou bem a vontade, mas como o programa tem horário para começar e terminar eu ensinei bem rapidinho a fazer o quadro de fotos.O quadro “Feito à Mão” o qual eu participo vai passar no 4º bloco, aproximadamente as 16:20 dessa quinta-feira. Por isso, quem estiver em casa, coloca lá no Santa Receita e depois me conta como me sai.

 carolina-afiune-santa-receita-2

É isso, beijoss ;***

Novas Formas de Consumo

moda-sustentável-consumo-consciente-3

“O consumo sustentável cresce a grande velocidade no mundo inteiro, fazendo com que empresas adotem estratégias inovadoras na gestão de recursos e desenvolvam produtos criativos e ecologicamente conscientes. O grande protagonista dessa mudança é o próprio consumidor…”

Não sei se vocês já perceberam mas está rolando um grande movimento a favor do consumo consciente e moda sustentável. Muitas empresas, estilistas e distribuidoras já perceberam esse novo comportamento de consumo e estão reciclando sua forma de criar e produzir moda. Dentro desta nova missão está inovar com qualidade e diminuir o impacto negativo na sociedade e no meio ambiente.

Pensando nisso hoje eu trouxe algumas alternativas e hábitos adquiridos pelos consumidores de moda que estão em voga! Confira:

Brechó: usar e comprar roupas de brechós é uma forma de aumentar a vida útil da peça. Além disso, muitos brechós oferecem roupas de alta qualidade com um valor muito mais acessível. Ao contrário do que muitos pensam, poder usar a mesma roupa por anos não é sinônimo de um guarda-roupas clichê e old fashion e sim de um estilo clássico e atemporal.

moda-sustentável-consumo-consciente-2

Slow Fashion: é o oposto do Fast Fashion que impõe uma velocidade acelerada de produção, distribuição e descarte. Isso contribui com o consumo desenfreado a larga escala. O slow fashion é o movimento que respeita a velocidade da natureza e a produção têxtil saudável e segura. Neste caso as roupas de maior qualidade, atemporais e básicas são as que mais se adequam nesse sistema.

moda-sustentável-consumo-consciente-5

Feito à Mão: movimento que valoriza os o artesão, a costureira e o alfaiate. Toda peça que recebe atenção na modelagem, corte e costura ganha muito mais valor e qualidade, sem falar que beneficia pequenas e médias cooperativas/empresas e reduz impactos ambientais se comparado com as grandes industrias têxteis.

moda-sustentável-consumo-consciente-8

Materiais Naturais e Orgânicos: a substituição do algodão comum pelo orgânico é uma alternativa que garante a saúde e a segurança do produtor. Embora a prática tenha crescido, o mercado do algodão orgânico no Brasil é ainda muito pequeno, devido a falta de valorização do produto. Além disso, materiais nativos como a palha de milho, bambu, fibra de coco, capim dourado, entre outros, aliados ao design são uma poderosa mistura para promover a identidade nacional tão procurada pelos estilistas.

moda-sustentável-consumo-consciente-1

Os 3Rs: Reuso, Reaproveitamento e Reciclagem: essas diferentes práticas promovem a desaceleração de consumo e o aumento da vida útil do produto.

moda-sustentável-consumo-consciente-9

Fair Trade: Depois dos escândalos envolvendo grandes marcas com trabalho escravo, esse movimento cresceu bastante. Conhecido como Comércio Justo é o selo que garante os direitos dos trabalhadores da indústria da moda como carga horária, salário mínimo, equipamento de segurança e sindicato. Também garante o não uso de trabalho infantil.

moda-sustentável-consumo-consciente-7

Tingimento Natural: substituição dos convencionais produtos químicos altamente poluentes por colorantes naturais extraídos de raízes, sementes, frutos e flores. Esse tipo de tingimento além de ecologicamente correto ainda garante a peça uma tonalidade única e exclusiva.

moda-sustentável-consumo-consciente-11

Guarda-roupa compartilhado: Apesar de ser muito comum fora do Brasil, aqui ainda enfrentamos algumas resistencias derivadas das crenças populares. A ideia é a mesma que deu origem ao nome do blog, trata-se de um troca-troca fashion entre amigos e vizinhos para dar maior uso as peças. Um exemplo disso, seria as lojas de aluguel de roupas, os brechós e feiras de trocas!

moda-sustentável-consumo-consciente-10

Feito no Brasil: produtos feitos no Brasil, além de beneficiar o produtor brasileiro e incentivar a exportação também valoriza a economia local, principalmente se a mão de obra estiver relacionada com comunidades e cooperativas.

feito-no-brasil

Pensem nisso e  Reciclem a mente! Beijos!

Fonte: Revista Zine, 1ª edição, p13, 2014.